Queria ser grande em 1969

15 Ago

41

por Bárbara Bom Angelo

Queria ser grande. Ter pelo menos 16 anos há quatro décadas. Já não tão dispendiosa de cuidados e preocupações. Ser dona de uma imaginação borbulhante que gerasse a mais crível das mentiras para justificar três dias longe de casa.

Precisaria ter o controle do tempo para dar uma conveniente antecipada em toda a minha árvore genealógica e o dom de alocá-los no lugar necessário, bem longe do interior de Minas e da zona norte de São Paulo.

Viveriam ali nos arredores da fazenda Bethel, em Nova York. E no dia 14 de agosto de 1969 dormiriam um sono gostoso e alheio a qualquer barulho que eu pudesse fazer em minha escapadela. No amanhecer do dia seguinte já estaria por lá, chafurdando na lama a espera de um zumzum vindo de guitarras, baterias e vozes possantes.

Mas nesse 2009 só tenho 23 e é uma pena que Deus tenha esquecido de me dar poderes para facilitar o meu devaneio. Woodstock aconteceu sem minha presença e faz parte da caixinha “saudade do que nunca vivi”.

Agora é preparar um bom cantinho forrado de travesseiros e pipocas e deixar a mente ser levada pelo turbilhão de imagens que se repetirão até a overdose nesse fim de semana. Tudo em comemoração ao evento que aconteceu entre 15 e 17 de agosto de 1969.

Resta também aguardar até janeiro pela estreia nacional de Taking Woodstock, de Ang Lee, baseado no livro homônimo de Elliot Tiber. O trailer está no fim deste post.

10

44

uzzle_woodstockColor_couple

uzzle_woodstockColor_vegetation

26

35

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: