Caçando estrelas

23 Set

por Bárbara Bom Angelo

não há tempo que mude isso. nem mesmo as nossas mudanças. esse é um amor diferente. daqueles que não precisam da convivência constante para continuar. basta saber que nós duas somos para sempre. mas hoje lembrei de você, de quando ainda éramos grudadas. daquela noite em que deitamos para caçar estrelas cadentes, com as costas sobre a textura áspera do asfalto. veio a vontade de ficar mais perto, de trocar impressões, gostos e cheiros. vai dizer para a saudade que o dia-a-dia não é necessário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: