Vitor Araújo e Rivotrill tocam no Ibira

23 Out

por Natália Albertoni

Hoje (23) e amanhã (24), o pianista Vitor Araújo e o grupo Rivotrill apresentam o show Contos Esquecido Sobre Silêncio e Caos no Auditório do Ibirapuera.

Repetindo o que escrevi sobre o espetáculo para o R7, ouvir o resultado da união harmoniosa entre o dedilhar de Araújo e o som do grupo formado por Eluizo Júnior (flauta, saxofone e teclados), Rafael Duarte (contrabaixo) e Lucas dos Prazeres (percussão) é como abrir um baú repleto de memórias dos tempos de meninice. Soa como a melodia entoada nas brincadeiras de roda, a correria de um esconde-esconde no quintal, o cintilar das fadinhas presentes na nossa imaginação. Nas palavras do artista: “Uma junção muito interessante, completa e sem identidade.”

Para escrever sobre o show, conversei com Vitor pelo telefone num intervalo entre uma gravação e outra entrevista. Abaixo reproduzo as melhores respostas. A maioria não entrou no portal por falta de contexto.

Sobre o espetáculo

“A proposta do espetáculo é não seguir nenhum padrão, unir paradoxismos. São [interpretadas] músicas nossas e clássicos do jazz e tem muito pouco da minha posição político musical.”

“Cada música conta uma história. Cada música é um gosto diferente, é mais ou menos isso.”

“Eles [Rivotrill] são muito mais melodia e ritmo e eu venho da música erudita.  Essa união vem com um  elemento rítmico muito forte. Uma junção muito interessante, completa e sem identidade.”

“O piano tem limitações e os meninos [do Rivotrill] me dão a possibilidade de mostrar algumas cores e cheiros. Uma coisa que não consigo fazer sozinho.”

Relação com a mídia

“Nos meus shows, as pessoas se emocionam junto comigo. Mas seria hipócrita se falasse que chamo atenção pelo que toco, provavelmente chamo atenção pelas superficialidades. A mídia me vê como o pianista que  se apresenta de camiseta e pisa no piano. As pessoas se apegam às superficialidades.”

O fim da parceria com a banda Seu Chico

“Não toco mais com Seu Chico há alguns meses. Desde que ficou difícil conciliar com a agenda do meu trabalho solo e também pela falta de vontade artística, de tocar sempre o mesmo repertório do Chico Buarque. Esgotou um pouco.”

Para ler a reportagem na íntegra clique  aqui.
***
Vá lá:

Contos Esquecido Sobre Silêncio e Caos – Vitor Araújo e Rivotrill
Onde: Auditório Ibirapuera – av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Portão 2 do Parque do Ibirapuera (11) 3629-1014
Quando: Sexta (23) e sábado (24), às 21h
Preço: de R$15 a R$30

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: