Para tocar ao coração

19 Nov

Swing me higher (imagem: Flickr_mathiole)

por Natália Albertoni

Ando melancólica e contente esses últimos dias. Parece contraditório, mas é tudo consequência da minha mente buliçosa que entrou forçosamente em pane ao constatar que a vida realmente é frágil. Delicada e indefesa como uma miniatura de cristal que descansa em um cruzamento da Avenida Paulista em horário de pico.

Estou cansada dos clichês que incentivam as pessoas a viverem “como se não houvesse amanhã”, e ao mesmo tempo não consigo me livrar deles. Afinal, depois de tudo, não posso ser a mesma.

Tentarei não insistir nisso. Mas por enquanto, sugiro que tente enxergar a beleza de um abraço de partida, do vento refrescante a sacolejar uma árvore folhuda, do balançar divertido de uma criança num parquinho. Vive com força, sem preguiça. E toque o coração de quem realmente importa. Só assim vai valer à pena.

Saber Viver
(Cora Coralina)

Não sei… Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:

Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura… Enquanto durar

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: