Escrever e abandonar

8 Dez

Aye Write (imagem: Flickr_wil_freeborn)

por Natália Albertoni

O que nos move a despejar palavrinha atrás de palavrinha a fim de construir alguma expressão mínima de nós mesmos? Uma dúvida, uma constatação, uma impressão, um sentimento, um pingo d’água constante a barulhar na nossa cabeça, feito goteira em panela velha.

Trocar, cortar, colar, deletar. Tudo parte do cansativo processo de exprimir sem repetir. De tocar o coração sem resmungar clichês. Instigar a reflexão, a curiosidade, a loucura. Trasncrever angústias, se libertar de amarras seguras, simplesmente desabafar.

Pode ser o que você quiser.

“Escrever é sinônimo de abandonar. Quem constrói uma frase em detrimento de outras infinitas possibilidades ganha a frase, mas abdica das infinitas possibilidades. Há euforia e dor no processo, apego e desapego, ousadia e conformismo, como no desmanchar de uma banda ou no fim de um casamento.”

(Arnaldo Antunes, para a Revista Bravo!)

Uma resposta to “Escrever e abandonar”

  1. HENRY Dezembro, 29, 2012 às 1:34 am #

    Que blog lindo!!!! Na verdade as escritoras deste blog, deveriam ser artistas! Parabéns! Tudo muito poético…..quase flutuando no ar……..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: