Filipe Catto e a voz encantadora de serpentes

22 Jun

por Natália Albertoni

Só o dedilhar do violão de Ricardo Fa já tinha seduzido meus ouvidos como o flautista encanta suas serpentes. Mas quando Filipe Catto começou a cantar, uma admiração em forma de suspiro me contagiou.

A voz aguda e quase feminina criou forma andrógina em minha mente, que logo depois cedeu espaço à uma vaga lembrança de Ney Matogrosso. Na sequência, quase involuntariamente, ouvi Rosa de Hiroshima, na brilhante interpretação do ex-integrante de Secos e Molhados.

Catto não é uma cópia de Ney, até porque isso não seria possível, mas a referência é quase inevitável. Só ouvindo para entender. O gaúcho tem personalidade, não é tímido nos gestos e dá claros sinais de que vai exercer seus poderes de encantamento em grandes plateias em pouco tempo.

Para ouvir mais, clique aqui.

Anúncios

Uma resposta to “Filipe Catto e a voz encantadora de serpentes”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Filipe Catto está no Prata da Casa esta noite « Verdades particulares de um caderno sem linhas - Junho, 22, 2010

    […] boa notícia para quem se interessou pela interpretação forte e apaixonada do gaúcho Filipe Catto. O cantor se apresenta hoje (22), às 21h, no Sesc Pompeia. O show faz parte do projeto Prata da […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: