Tag Archives: banda

Até o fim da América

29 Mar

por Bárbara Bom Angelo

Coisa linda esta de deixar as turbulências da vida moderna, se embrenhar em lugares remotos dos Estados Unidos e só ficar criando músicas com mais dois amigos. Essa ideia que eu gostaria de ter tido, junto com o talento musical que me falta, foi colocada em prática por James Downes, Brendon Thomas e Trevor Leonard – a banda The End of America.

Em outubro do ano passado, os nova-iorquinos lançaram o primeiro álbum, Steep Bay, que foi todo gravado como se fosse um registro, quase um documentário, no meio de uma das muitas viagens. As captações foram feitas próximas a um lago ao norte do estado de Nova York, sob a luz das estrelas e com um gravador de pilha.  

O resultado foram nove músicas de um folk delicioso e com cheirinho de liberdade.

O álbum está a venda aqui, tanto em CD como em formato digital.

Banda nova com Kate Moss?

10 Maio

Jamie Hince e Kate Moss

por Natália Albertoni

Passei a manhã viajando pela rede e não cheguei a uma resposta exata para a pergunta-título. Jornais e revistas, tanto impressos quanto digitais, ainda estão naquele diz-que-me-diz, mas tudo indica que Kate Moss e seu namorado Jamie Hince, guitarrista do The Kill’s, estão trabalhando juntos em um “projeto secreto”.

Uma amiga próxima próxima da top teria informado ao Daily Star, que o casal formou uma banda de rock com cinco integrantes e já gravou a primeira canção, um cover do Velvet Underground. O jornal norte-americano também sugere que Moss e Hince teriam feito ensaio fotográfico nus para a capa do suposto álbum, estilo John Lennon e Yoko Ono quando fizeram a intervenção “Bed-in” (Na Cama) no final dos anos 60.

Por enquanto é tudo especulação, mas vale ficar de olho, afinal, a modelo vive com aquela “síndrome do toque de Midas” crônica – tudo que faz vira notícia, tudo que toca vira ouro, quer dizer, sucesso.

***

Kate Moss já fez participações em músicas do Primal Scream (que já foi visto por aqui) e do Lemon Heads.

Melodias paralelas

20 Abr
Ben Harper com os integrantes de seu novo projeto, Relentless7

Ben Harper com os integrantes de seu novo projeto, Relentless7

por Bárbara Bom Angelo

Antes, a “fidelidade” reinava no mundo da música. Ao entrar para uma banda, os artistas pareciam assinar um compromisso até o fim dos dias. Caso quebrassem o contrato, estavam fadados a uma vida sem louros ou a uma solitária carreira solo.

Nesses novos tempos as coisas mudaram bastante. Jack White, por exemplo, leva duas bandas em paralelo: The White Stripes e The Raconteurs. O segundo grupo surgiu para suprir desejos diferentes, que não cabiam no primeiro.

Fabrizio Moretti enveredou pelo mesmo caminho. Durante uma pausa dos Strokes, o brasileiro caiu na estrada com sua namorada, Binki Shapiro, e o hermano Rodrigo Amarante. E assim, tocando por bares de beira de estrada na Califórnia, surgiu o Little Joy. A temporada da recém-nascida banda foi curta e agora Moretti já está no estúdio com seu projeto principal.

Ben Harper é o mais novo artista a dar seus pulinhos por aí. O californiano é conhecido por fazer turnês e gravar músicas com diversas bandas diferentes. A mais famosa e recorrente delas é The Innocent Criminals.

A novidade agora é que Harper está lançando um novo álbum não como artista solo acompanhado de um grupo de apoio, mas, sim, como vocalista de uma nova banda. O Relentless7 é formado por mais três músicos, que participaram das gravações de Both Sides of the Gun, e está fazendo shows pelo mundo desde o ano passado.

O álbum "White Lies fot the Dark Times"

O álbum "White Lies for Dark Times"

O lançamento do nono trabalho inédito de Ben Harper já tem nome: White Lies for Dark Times. A previsão é que seja lançado no dia 5 de maio. Quem quiser já pode encomendar o álbum pelo site oficial do Relentless7. Para os mais ansiosos, basta acessar o MySpace e  conferir algumas faixas. Todas bem regadas a blues e rock, misturas que sempre dão certo para ele.

Um novidade velha

9 Abr

por Natália Albertoni

Sentada numa confortável cadeira de escritório, depois de tomar banho, já de pijama estampado por guloseimas cor-de-rosa e a toalha envolvendo os cabelos úmidos, o que você ouviria? Eu escutaria o básico: Chico, Ney interpretando Cartola, alguma novidade estranha e algo bem das antigas para finalizar e ir dormir. Mas, por sugestão de um amigo, que ultimamente anda apaixonado pelos embalos pernambucanos, resolvi experimentar o som da olindense banda Eddie.

Eu com 23 aninhos e o grupo com quase 20 de carreira, ainda não tínhamos sido apresentados. E só agora, depois de quatro cds lançados, – Sonic Mambo (Roadrunner, 1998), Original Olinda Style (independente, 2002), Metropolitano (independente, 2006) e Carnaval no Inferno (independente, 2008) – algumas turnês pela Europa e pelo Brasil,  é que pude me deliciar com as letras divertidas e a melodia à la “Lisbela e o Prisioneiro” (de Guel Arraes).

Após várias formações, hoje a banda é composta por Fábio Trummer (guitarra e voz) – compositor de “Quando a Maré Encher”, que percorreu o país nas vozes de Nação Zumbi e Cássia Eller – , Urêa (percussão e voz), Andret (trompetes, teclados e samplers), Kiko (bateria) e Rob (baixo).

Eddie esteve por aqui na semana passada e fez uma apresentação no Studio SP que eu, infelizmente, perdi. Agora  segue com shows baratinhos pelo interior de São Paulo em unidades do SESC. Longe para mim, mas quem sabe nem tanto para você que pode estar de pijama, lendo isso aqui, ouvindo Eddie no MySpace…

Ela é Brasil

25 Fev
Xênia, vocalista da banda Capadoxe e Zé Motta, do Seis Sextos

Xênia, vocalista da banda Capadoxe e Zé Motta, do Seis Sextos

por Natália Albertoni

Cabelos negros armados, olhos bem abertos, boca larga, sob um corpinho seco e frágil. Mulata exuberante. Um vozerão. No meio de quatro homens, só dá Xênia França. Vocalista da banda Capadoxe, ela agita o público com tanto charme e simpatia que encanta qualquer um.

Completam o grupo Adolfo Moreira (baixo), Caio Echem (violão e guitarra), Paulo Papaleo (bateria) e Bruno Degani (percussão). Interpretando clássicos e atualidades brasileiríssimas, o quinteto passeia pelo samba, new jazz, funk e pela bossa nova e não deixa ninguém parado.

Nesta quinta-feira, você pode conferir o som deles no Seu Justino a partir das 20h. Fique ligado na agenda deles no MySpace.
_________________________________________________________________________________________
Vá:
Seu Justino
entrada: R$ 5,00
Rua Santa Justina, 674
Tel: 3845-9231