Tag Archives: Cartola

Os homens miúdos de Zé Andrade

26 Jan

Cartola

por Natália Albertoni

Vestidos em trajes caracterísitcos detalhados por tintas vibrantes e assumindo tiques cautelosamente trabalhados, ícones da literatura, música, pintura, filosofia podem repousar na palma da sua mão.

Gerados em barro ou cerâmica pelos dedos do artista Zé Andrade, os grandes Cartola, Mário de Andrade, Tim Maia, Machado de Assis, Clarice Lispector, infelizmente não podem retornar à vida e agraciar novamente nossos olhos e ouvidos, mas tem espaço garantido na prateleira da saudade.

Para conferir mais peças acesse o site aqui.

Mário de Andrade

Dorival Caymmi

Carlos Drummond de Andrade

Poeta Gentileza

Hoje é Dia Nacional do Samba

2 Dez

por Natália Albertoni

Samba choro, de raiz, de roda. Samba canção, da vela, de bossa. Samba enredo, partido-alto, samba-rock. Para curar a dor e o abandono, espantar a tristeza, celebrar o que é bonito, abençoar o amor ou a morte ou simplesmente para cantar e dançar.

Nesta quarta (2), todas as vertentes do ritmo musical mais cultuado no Brasil são homenageadas no Dia Nacional Do Samba. Instituído em 1963 e festejado com comemorações em praça pública desde 1972, ainda não tem programação fechada pelo Ministério da Cultura neste ano.

Curiosamente, a maioria das casas paulistas que abrigam esse tipo de música não tem programação especial para a data e muitas nem sequer abrem. Uma pena.

Mas, quem pretende curtir um sambalanço ainda esta semana, não precisa desanimar. Confira aqui o roteiro de bares e baladas dedicados ao gênero em Sampa que fiz para o R7 com colaboração da nossa estágiária Karina Costa.

Abaixo, um pouquinho de melodia para os ouvidos.

Eu quero nascer, quero viver

13 Maio
imagem: flickr_klebersales

imagem: flickr_klebersales

por Bárbara Bom Angelo

O centenário de nascimento de Angenor de Oliveira, o Cartola, foi comemorado há quase um ano, mas as homenagens ao compositor e cantor não param de surgir. Nesta quinta e sexta-feira (14 e 15), três músicos se reúnem no palco do teatro do SESC Vila Mariana para saudarem o mestre do samba. Elton Medeiros, antigo parceiro e amigo de Cartola, é quem comanda o espetáculo, que ainda conta com as participações da cantora Márcia e o violonista Théo de Barros.

Vá:
Homenagem a Cartola
SESC Vila Mariana
14 e 15 de maio
21h
Ingressos a R$ 20 (inteira), R$ 10 (usuário matriculado e dependentes,  pessoas com mais de 60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante) e R$ 5 (trabalhadores de comércio e serviços matriculados e dependentes)

Céu em chamas

19 Fev
O camarada sol ardendo para subir

Camarada sol ardendo para subir

A cor da esperança
(Cartola e Roberto Nascimento)

A Cor da Esperança
Amanhã,
A tristeza vai transformar-se em alegria,
E o sol vai brilhar no céu de um novo dia,
Vamos sair pelas ruas, pelas ruas da cidade,
Peito aberto,
Cara ao sol da felicidade.
E no canto de amor assim,
Sempre vão surgir em mim, novas fantasias,
Sinto vibrando no ar,
E sei que não é vã, a cor da esperança,
A esperança do amanhã.

Ler música e cantar histórias

13 Fev

imagem2

por Bárbara Bom Angelo

Eleanor Rigby talvez nunca tenha morrido abandonada em uma igreja. Pode sequer nem ter vivido. Paul McCartney afirma que a personagem-título de uma das músicas do quarteto de Liverpool é apenas uma invenção.

Isso não impediu que um documento de 97 anos, com supostas pistas sobre a verdadeira identidade da mulher, fosse leiloado na Inglaterra por 155 mil libras, em novembro de 2008.

As suposições racionais não bastaram para quebrar o encanto porque músicas não são apenas a materialização de uma arte sonora, de pensamentos soltos de homens angustiados ou sedentos por derramar o que já não cabia mais em veias e nervos.

Quando expostas ao crivo do ouvido popular, letra e melodia não mais pertencem ao seu compositor. Passam a ser minha, sua e de nós dois.

E assim, criar um significado próprio ou desvendar o que está por trás daquele verso que não deixa de povoar a língua não parece uma obsessão sem causa.

Essa é a proposta da editora digital Mojo Books, que tem a pergunta “se música fosse literatura, que história contaria?” encabeçando o catálogo de livros que fabulam sobre álbuns-ícone.

Para ler os contos escritos por internautas e que passam por Cartola até David Bowie, é preciso fazer um cadastro com poucas lacunas e depois baixar o arquivo em pdf.

A arte das “capas” é uma atração à parte e talvez por isso a editora tenha se lançado em outra empreitada. Já estão disponíveis seis Comix, os famosos quadrinhos.

O melhor deles é Strawberry Fields Forever (foto), dos Beatles, que narra a história de um homem que se joga de um prédio para tentar recriar a canção dos campos de morangos. Na sua fixação encontra anjos e se transforma em uma espécie de Jesus. Tudo possível dentro de uma imaginação ilimitada e sem medo de beirar a loucura. Vale a pena conferir.