Arquivo | Novembro, 2011

Amanhã começam as vendas para o Summer Soul Festival, com Florence e Bruno Mars

16 Nov

No Livepass

 

Anúncios

Livros e amores

11 Nov

por Bárbara Bom Angelo

De todos os presentes que ele me deu, e foram muitos, o que mais me deixou com aquele sentimento de natal gordo de embrulhos foi o livro Breve história de quase tudo, de Bill Bryson. Não pelo livro em si, porque eu nem sabia da existência desse título, mas pelo o que representava. Vivia dizendo para ele que gostaria de um livro que tivesse todas as respostas para minhas perguntas malucas e inúteis e ele o encontrou, ficou procurando por algo parecido durante um bom tempo. Sinal de que meus múrmurios mais bestas eram sempre ouvidos.

O parágrafo acima vai ser a minha contribuição para o fantástico tumblr que descobri hoje. The books they gave me compila testemunhos de como livros trocados entre amores dizem muito sobre eles. Simples e lindo.

Miranda July na School of Life

7 Nov


por Bárbara Bom Angelo

Lembra da Escola da Vida, do amado Alain de Botton? Pois é, no dia 23 de outubro, Miranda July passou por lá para dar uma palestra sobre como lidar com estranhos. Incrível, as always.

Via Daniel Gasparetti

Os filmes mais lindos dos últimos tempos

2 Nov

 

por Bárbara Bom Angelo

Coisa linda de viver o filme Submarine, do diretor Richard Ayoade. Contar a história aqui vai fazer parecer ser mais um filme de paixonite adolescente. Bom, é e não é. O primeiro beijo, a primeira vez, o término do primeiro namoro. Tudo isso está lá. A diferença é que essas coisas acontecem com Oliver Tate – um garoto de dezesseis anos que tem um pai depressivo, uma mãe que resolve ter um caso com o antigo namorado que agora é um místico mequetrefe e que tem um gosto adorável por colocar fogo nas coisas.

Se isso ainda não te convenceu a assistir, a trilha sonora vai. Ela foi toda composta por Alex Turner, do Arctic Monkeys e posso dizer que no mínimo é sensacional. Veja e ouça. No regrets.

Apesar de ter sido lançado lá fora em 2010, ele ainda não entrou em circuito por aqui. A sua chance é assistir na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo ou caçar algum link pela internet, que foi o que eu fiz.

A última sessão é na quinta-feira (3):

15h50 – Museu da Imagem e do Som
Avenida Europa, 158, Jd. Europa / CEP.: 01449-000 / TEL: (11) 2117-4777.

 

E o outro filme bonito pra caramba é o argentino Medianeras, de Gustavo Taretto. Vou resumir assim: a arquitetura esquizofrênica das cidades, misturada ao estresse pós-crise econômica, está nos sufocando. Tanto que vivemos por aí no mundo virtual e demoramos a enxergar coisas que estão ali no quarteirão.

Para assistir é só ir ao Reserva Cultural ou ao Playarte Lumière, aqui em São Paulo.